Páginas

sábado, 3 de dezembro de 2011

Faria falta

Saber viver com as coisas mais simples. Saber que aquele Sol que aparece numa simples manhã, brilha mais do que brilhou ontem. Perceber que, quando esse Sol está ausente, a contraditória Lua surge do outro lado, no meio de tanta escuridão, para te guiar e te alucinar com seu jeito meigo, perto das estrelas. Todos nós deveríamos acordar na inspiração do Sol, fazer todas as coisas malucas que nos fazem bem, nos fazer sorrir e, adormecer com os olhos na Lua, que te deixará consciente que amanhã é um novo dia e que você fará TUDO de novo :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário